Nas primeiras sessões de psicoterapia os pacientes geralmente focam em falar sobre o motivo que os levaram a buscar ajuda psicológica. Porém, no decorrer das sessões alguns verbalizam: “Ah, não tenho nada para falar hoje!”

Eu costumo dizer que essas são as melhores sessões.

Sem planejamento do que conversar com o psicólogo, os pacientes falam mais abertamente sobre os seus pensamentos e sentimentos e muitos conteúdos novos podem aparecer.

Na verdade, com o tempo os pacientes vão se sentindo cada vez mais confiantes diante do psicólogo e entendem que nas sessões de psicoterapia pode-se falar sobre qualquer assunto, mesmo aqueles que julgam “bobeiras”.

Para o psicólogo o que importa é o que cada paciente, dentro da sua singularidade, sente, pensa, entende sobre si mesmo. Não há julgamento nem preconceito dentro do processo psicoterápico. Além disso, como já falei em outro post, o trabalho do psicólogo é regido pela ética do sigilo.

Aproveite a psicoterapia para falar sobre todos os assuntos difíceis que causam medo, insegurança, vergonha, preocupação, angústia, dúvidas… O psicólogo estará lá para escutá-lo e auxiliá-lo nesse processo de autoconhecimento.

#psicologia #psicoterapia #autoconhecimento #valinhos

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *